Anel de Prata 925 Solitário Pedra de Zircônia Quadrada e Cravejada

  • Cód: an192
Anel de Prata 925 Solitário Pedra de Zircônia Quadrada e Cravejada 0% 0 [Seja o primeiro a avaliar]
BRL 45.90 por R$ 45,90 3x de R$ 15,30 sem juros  
Descrição: O anel solitário é carregado de história e romantismo. Esse modelo é confeccionado em prata de lei 925 e possui uma linda pedra de zircônia quadrada no centro, além de possuir metade do aro cravejado em micro zircônias. É um lindo anel de compromisso, anel de noivado ou para de... Saiba mais

Descrição

O anel solitário é carregado de história e romantismo. Esse modelo é confeccionado em prata de lei 925 e possui uma linda pedra de zircônia quadrada no centro, além de possuir metade do aro cravejado em micro zircônias. É um lindo anel de compromisso, anel de noivado ou para debutantes. Quem tiver a sorte de ganhar, vai encher os olhos de amor ao recebê-lo Considerado o anel mais clássico do mundo, sendo joia ou semijoia, ele sempre está ligado à elegância e sofisticação. Por dar um brilho especial à sua produção, seja ela do dia a dia ou em uma festa, o anel solitário é uma peça chave indispensável em nosso porta joia.

Dados Técnicos:
Material: Prata 925
Pedra: Zircônia
Tamanho da Pedra: 4mm, a central e 1mm as cravejadas.

As joias e semijoias ARTCOCO possuem garantia intransferível de 7 dias para troca e 120 dias para qualquer defeito de fabricação. A garantia do material prata é vitalícia. Excluem-se da garantia desgastes provocados por mau uso, amassados, quebrados, oxidados com produtos químicos/abrasivos e queda de pedra.

Diferente da maioria dos acessórios, o anel solitário tem sua própria história. Vem conhecer:
Dados históricos contam que o primeiro anel solitário teve sua criação em 1423, como presente de batismo para a neta do então o chefe de justiça da Inglaterra, William Hankford. E logo que passou a ser confeccionado na Inglaterra, se tornou objeto de desejo das mulheres por representar classe e sofisticação. Mas foi o Arquiduque Maximiliano da Áustria, em 1477, que deu a ele o significado de romantismo - e inclusive a cultura de usar um anel como símbolo de compromisso e matrimônio. Isso porque, para pedir sua noiva em casamento, ele solicitou ao ourives real que confeccionasse um anel liso, de aro simples e liso e que cravasse sobre ele o maior e mais puro diamante existente na época. Também pediu que noiva usasse o anel solitário no dedo anelar esquerdo, tendo em vista a veia do amor (vena amoris) que passa pelo dedo anelar esquerdo e segue até o coração. Lindo né? Assim surgiu o famoso anel de noivado.

Com o passar dos anos, além de ser anel de noivado, passou também a ser um tradicional anel para debutantes e até hoje é uma peça clássica que eterniza momentos, sendo joia de ouro ou prata, com diamante ou zircônia.

Hoje o anel solitário está ligada ao amor, mas também à moda, afinal de contas uma peça tão clássica não poderia ficar para sempre limitada. Você pode encontrá-lo em joia ou semijoia, com preços acessíveis e modelos infinitos, com diversos modelos e tamanhos de pedras. Clássico, combina com tudo e quem está usando ficará sempre linda e sofisticada.